Red de liturgia

CLAI - Consejo Latinoamericano de Iglesias

Inicio | Quiénes somos | Enlaces

05 de diciembre de 2016

Proposta Advento (3entrega)

Visto: 2264 veces

Advento e Direitos Humanos -2016 -

Assessoria para a Promoção dos Direitos Humanos da Igreja Metodista - 3RE

 

3º Domingo do Advento

 

Alegrai-vos, o Senhor está chegando

 

DIREITOS DA MULHER, DIREITOS DO CORPO

 

Prelúdio

(Acende-se as duas primeiras velas na coroa do advento)

 

Leitura Bíblica

Como é feliz aquele cujo auxílio é o Deus de Jacó, cuja esperança está no Senhor, no seu Deus, que fez os céus e a terra, o mar e tudo o que neles há, e que mantém a sua fidelidade para sempre! Ele defende a causa dos oprimidos e dá alimento aos famintos. O Senhor liberta os presos, o Senhor dá vista aos cegos, o Senhor levanta os abatidos, o Senhor ama os justos. O Senhor protege o estrangeiro e sustém o órfão e a viúva, mas frustra o propósito dos ímpios. O Senhor reina para sempre! O teu Deus, ó Sião, reina de geração em geração. Aleluia! [Salmo 146.5-10]

 

Cântico: “Outra canção de Natal” (Flávio Irala)

 

A cada momento que passa

No passo do que há de vir,

Mais claro ainda fica o rumo

Que vamos seguir

 

Uma estrela vai se acender

Pra que a esperança

Não morra e faça nascer

De novo a criança.

 

E, em meio aos que eram famintos,

Muito pão vai sobejar.

As vinhas cederão seus frutos

Prá nos alegrar,

E a terra será lugar

Prá trabalho e festanças,

E livres poderão crescer

Todas as crianças.

 

O cativeiro ficará apenas na memória

Dos homens de boa vontade

Numa nova história

Pois um dia uma estrela

Caiu num curral:

É Natal, é Natal!

 

Oração de Adoração e Invocação Confissão

(A comunidade fará o gesto de fechar os olhos, de maneira que, ao confessar os pecados, os olhos estarão tapados como símbolo da escuridão.)

 

Advento é tempo de preparação para o Messias que vem e envolve nossas vidas. É a contínua esperança que nos desafia a revisar nossas atitudes e como estamos esperando. Este é um tempo de repensar nossas vidas, nossas ações cotidianas e nossos pensamentos.

Agora que nossos olhos estão fechados, podemos nos concentrar nesta escuridão e pensar nas trevas que hoje nos invadem. Quais são as coisas que nos impedem de ver a luz que nos espera? (silêncio)

- Perdoa, Senhor, quando os nossos olhos estão fechados, insensíveis diante da realidade que nos cerca e de tanta gente que sofre.

- Perdoa-nos, Senhor, quando cruzamos os braços e optamos por uma espera que nos imobiliza e impede de agir a partir da justiça, paz e amor... Perdoa nossa posição indiferente diante das necessidades do nosso próximo.

- Perdoa nossos ouvidos que se fecham quando não queremos envolver-nos em situações que “nos complicam” e optamos por separar-nos e acelerar nosso passo para seguir nosso caminho alienante. - Perdoa tanta inveja, tanto egoísmo, tantos preconceitos, tanta violência em nosso comportamento e em nosso agir.

- Perdoa a nossa indiferença diante das situações de violência contra a mulher.

- Perdoa-nos, Senhor, pela indiferença diante das desigualdades da vida, quando seres humanos são tratados com desprezo e menosprezo.

O Advento nos desafia, e nos convida à renovação, ao arrependimento, ao perdão. Colocamos diante de Deus nossas debilidades, a parte mais obscura que atrapalha nossa vida. Pretendemos livrar-nos das trevas que nos invadem e revestir-nos da luz que nunca se apaga.

 

[Reflexão silenciosa]

 

Oração

 

Palavra de Esperança

O povo que andava na escuridão viu uma forte luz; a luz brilhou sobre os que viviam nas trevas. Pois já nasceu uma criança, Deus nos mandou um menino que será o nosso rei. Ele será chamado de “Conselheiro Maravilhoso”, “Deus Poderoso”, “Pai Eterno”, “Príncipe da Paz”. (Isaías 9.2,6)

 

Coroa do Advento

(Acende-se a terceira vela do Advento)

 

Abrimos os olhos e percebemos a luz, a luz de Deus. Neste momento, acendemos a vela que simboliza Esperança. Esta vela que hoje acendemos simboliza a Esperança. Hoje se converte no símbolo da luz do perdão de Deus. Com esta luz temos a segurança de que Deus nos escuta e nos perdoa. Mas, também, simboliza a possibilidade de mudança de todas as situações que provocam tristeza. Graças, Senhor, por teu perdão infinito, graças, Senhor, pelo perdão! [Baseado em texto de Amós López – Cuba, rede liturgia CLAI, tradução e adaptação Amélia Tavares]

 

Louvor e Ação de Graças

 

Cântico congregacional “Nasce Jesus”, HE nº 20

 

Nasce Jesus! Fonte de luz!

Descem os anjos cantando.

Nasce Jesus! É nossa luz que as trevas vem dissipando.

Nasce Jesus! Nasce Jesus!

Eis a mensagem celeste!

Raia a luz da Salvação, triunfante vem!

Salve, ó Cristo! Firma teu justo império!

Gratos louvores anjos e homens deem.

 

Nasce Jesus! Nasce Jesus!

Glória a Deus nas alturas!

Paz na terra, graça e amor,

Que a todos Deus quer bem!

 

Deus nos amou! Deus nos mandou

Cristo Jesus, Filho amado.

Deus nos amou! Deus encarnou!

Vede o Menino deitado!

Deus nos amou! Deus nos amou!

Digam-no todos os povos.

Gozam paz e salvação todos os que creem.

Reino bendito! Reino de amor divino!

 Gratos louvores, anjos e homens deem.

 

Edificação (veja os subsídios elaborados pela pra. Margarida Ribeiro)

 

Dedicação

Meu propósito de Natal

[Cada pessoa receberá um cartão em branco onde escreverá um propósito para seu Natal pensando na realidade do universo feminino: violência, preconceito, cansaço, {Cada pessoa receberá um cartão, pode ser no formato de coração, e será desafiada a escrever o seu propósito de Natal. Todos poderão refletir sobre situações que atentam contra a integridade da mulher. Listamos alguns: Violência física, verbal e emocional contra a mulher, jornada dupla, falta de oportunidade e respeito, tráfico, prostituição...}

O que podemos fazer para mudar essa realidade. Cada pessoa segura seu propósito de Natal na mão direita enquanto faz-se uma oração em voz audível]

 

A Paz - (Roupa Nova)

 

Deve haver um lugar dentro do seu coração

Onde a paz brilhe mais que uma lembrança

Sem a luz que ela traz já nem se consegue mais

Encontrar o caminho da esperança

Sinta, chega o tempo de enxugar o pranto dos homens

Se fazendo irmão e estendendo a mão

 

Só o amor muda o que já se fez

E a força da paz junta todos outra vez

Venha, já é hora de acender a chama da vida

E fazer a terra inteira feliz

 

Se você for capaz de soltar a sua voz

Pelo ar, como prece de criança

Deve então começar outros vão te acompanhar

E cantar com harmonia e esperança

Deixe que esse canto lave o pranto do mundo

Pra trazer perdão e dividir o pão

 

Só o amor muda o que já se fez

E a força da paz junta todos outra vez

Venha, já é hora de acender a chama da vida

E fazer a terra inteira feliz

 

Quanta dor e sofrimento em volta a gente ainda tem

Pra manter a fé e o sonho dos que ainda vêm

A lição pro futuro vem da alma e do coração

Pra buscar a paz, não olhar pra trás, com amor

Se você começar outros vão te acompanhar

E cantar com harmonia e esperança

Deixe, que esse canto lave o pranto do mundo

Pra trazer perdão e dividir o pão

 

Só o amor muda o que já se fez

E a força da paz junta todos outra vez

Venha, já é hora de acender a chama da vida

E fazer a terra inteira feliz

 

Só o amor muda o que já se fez

E a força da paz junta todos outra vez

Venha, já é hora de acender a chama da vida

E fazer a terra inteira feliz

 

Venha, já é hora de acender a chama da vida

E fazer a terra inteira feliz

Inteira feliz

 

Oração Final:

Pai nosso que estás nos céus, santificado seja o teu nome.

Que venha a nós a tua Paz.

Paz nas nossas atividades de cada dia.

Paz para as meditações dos mais velhos.

Paz para a alegria do amor dos jovens.

Paz para a alegria e inocência das crianças.

Paz para que não cheguem aos ouvidos inocentes das crianças os gritos das discussões.

Paz para a mãe que embala o berço, fazendo da canção de ninar a sua prece.

Paz para o trabalhador e a trabalhadora, para que possa, ao final de cada dia, beijar o filho e a filha, sorrir ao esposo e à esposa, e esquecer-se do cansaço.

Paz para a esposa que acolhe e cuida de todos no lar com carinho, que seja valorizada, respeitada. Paz para as relações entre homens e mulheres.

Paz para as mulheres que sofrem qualquer tipo de violência, seja física, verbal ou emocional.

Paz para que possamos, todos os dias, agradecer-te pelas bênçãos recebidas e, muito especialmente, pela dádiva do teu Filho, Jesus Cristo, que veio para anunciar como é viver em Paz. Amém!

 

Bênção

Abençoa-nos, nesta noite, ó Deus de amor,

e a todas as pessoas que conhecemos e amamos.

Abençoa-nos, nesta noite, ó Deus de paz,

e todas aquelas pessoas com quem não estamos em paz.

Abençoa-nos, nesta noite, ó Deus de amor,

e a cada família humana.

 Abençoa-nos com um sono profundo.

Abençoa-nos com sonhos que curem nossas almas cansadas,

Abençoa-nos com sonhos que lembrem paz, justiça, solidariedade, igualdade e amor.

Abençoa-nos, nesta noite, ó Deus de amor,

Para que sejamos sensíveis ao Teu amor,

Abençoa-nos, nesta noite, ó Deus de amor,

Para que sejamos livres para amar.

Que seja sobre nós a bênção do Deus, Filho e Espírito Santo.

[adaptada de liturgia CLAI por Amélia Tavares]

 

Cântico Final - Repartir a Esperança

 

Nós vamos sair a repartir nossa esperança.

De um mundo de luz, que por Jesus a gente alcança.

 Nunca se acaba a esperança pois Cristo está vivo e não sofre mudança.

Ela se cumpre na história,

Marcante, concreta e explode na glória!

 

Mesmo que o céu se escureça,

E o sol já não brilhe e desapareça,

A fé em Cristo não cansa,

E espera em contrário à humana esperança!

 

Levados pela esperança

Do Cristo encarnado é que a gente avança,

A proclamar santidade,

A pregar o evangelho e a gritar: liberdade!

 

Auxílio cânticos

Hino 20, hinário evangélico: www.hinarioevangelico.com

Cântico Repartir a Esperança e Outra canção de Natal compõem o CD “Voz em

Canto”, produzido pela Voz Missionária.

 

Amélia Tavares

Pastora metodista, redatora da revista Voz Missionária

Share

Palabras relacionadas

Adviento, Derechos Humanos

Atras